Academia Aegea

academia-aegea

Uma escola para fortalecer a marca

A Academia Aegea é como uma semente que foi plantada em 2014, começa a germinar em 2015 e deve estar formada em 2016. Mas, assim como uma árvore, que ganha novos galhos e ramificações a cada ano, a academia também vai se fortalecer cada vez mais com o passar do tempo.

Com um bem-sucedido modelo operacional e trabalhando com a perspectiva de triplicar de tamanho até 2018, a Aegea tem feito investimentos crescentes para melhorar cada vez mais a performance dos profissionais que atuam em suas empresas. Uma mostra disso foi à criação do Centro Administrativo da Aegea (CAA), em Santa Bárbara d’Oeste (SP), para dar suporte ao crescimento e manter o padrão de qualidade e eficiência nos serviços prestados. O CAA assumiu a gestão dos treinamentos, reforçando a política de valorização de pessoas. A cada nova unidade implantada, é dada prioridade para promoções dentro do quadro de colaboradores.

As oportunidades de carreira criadas resultam em ganhos para os funcionários e para a empresa que, com profissionais mais qualificados, oferece melhores serviços para os usuários. Por isso os investimentos em pessoal fazem parte do seu DNA e têm sido uma prática comum desde a criação da holding, em 2010. Agora, depois de amadurecer essa forma de atuação, a companhia dá mais um passo importante neste sentido e cria a Academia Aegea – uma ferramenta de formação continuada para os colaboradores que vai incentivar a qualificação profissional, a pesquisa e a produção de material acadêmico, ligadas à gestão em concessões de saneamento.

Conhecimento acessível a todos

Ao criar a academia, o objetivo é consolidar as competências adquiridas, aprimorar habilidades e fortalecer atitudes que vêm sendo construídas ao longo da trajetória das empresas da Aegea. A criação é resultado de um amplo estudo, feito em profundidade nas unidades da Nascentes do Xingu, em Mato Grosso, na Águas Guariroba, em Campo Grande, em Mato Grosso do Sul, na Prolagos, que atua em cinco municípios da Região dos Lagos, no Rio de Janeiro, e nos departamentos corporativos, como o CAA. O resultado foi um verdadeiro diagnóstico da gestão de ativos, que começou em 2014. Foram meses de muito diálogo, análise de dados e planejamento, visando detectar o nível de maturidade da gestão de ativos da empresa. A academia vai permitir que todo esse conhecimento, que é forte, consolidado e muito homogêneo, deixe de ser personalista para se tornar acessível aos colaboradores de todas as unidades.

Carreira bem planejada e um futuro melhor para todos

Uma das vantagens da Academia Aegea é que esse estudo realizado permitiu fazer uma ampla radiografia do quadro funcional, que vai além dos bancos de dados tradicionais. Além das informações como histórico escolar e comprovantes de experiência anterior, ele inclui um cadastro que informa o potencial que os colaboradores têm para desenvolver, aonde querem e podem chegar. Com a academia, o colaborador pode planejar a sua carreira, saber quais as competências que precisa desenvolver e como pode fazer isso.

Atuação em três dimensões

A Academia Aegea tem um arcabouço tridimensional: está estruturada nos níveis de conhecimento, no grau de maturidade das concessões e nos tipos de ativo. É a partir deste prisma que ela vai atuar, com cursos, capacitações e atividades que vão atender as peculiaridades de cada um dos eixos ou a combinação entre eles.

Eles têm várias vertentes: os níveis de conhecimento podem ser operacional, tático ou estratégico; o tempo de maturidade vai de 0 a 5 anos, de 6 a 15 e de 15 a 35 anos; e os tipos de ativo podem ser físicos (todos os equipamentos, as máquinas das empresas), humanos (as pessoas e competências atreladas a elas), informacionais (os sistemas de informações, os relatórios e meios de comunicação), financeiros (verbas, aportes e recursos empenhados nas atividades internas e externas) e intangíveis (também se dividem entre internos e externos). Os módulos que compõem a grade básica da Academia Aegea vão ter conteúdos para atender as necessidades específicas dos três níveis das dimensões.

Os passos da Academia Aegea

A grade dos cursos vai ser montada de acordo com a necessidade das unidades e da empresa como um todo. A primeira turma da Academia Aegea será oficialmente formada no primeiro semestre de 2015, com módulos de administração financeira para todos os trainees, diretores e alguns gerentes. O foco é administração financeira nos níveis estratégico e tático. No segundo semestre, a programação será voltada para os níveis tático e operacional, com conteúdos dedicados a planejamento e controle da manutenção, alinhamento entre os planos estratégicos de projeto e táticos do dia a dia.

A ideia é acrescentar conteúdos a cada semestre para ampliar os conteúdos disponíveis até que a academia consiga atender a todas as dimensões. Dois projetos piloto foram realizados no ano passado: um de Fundamentos de Gestão de Ativos e outro de Ferramentas Estratégicas. Os treinamentos aconteceram no CAA para todos os trainees. Os módulos deste ano vão ser realizados na Águas Guariroba e na Prolagos, campi iniciais da Academia Aegea. Com a evolução do projeto, as outras unidades podem ser transformadas em campus.