A Aegea Saneamento concluiu o processo de aquisição da Companhia de Saneamento do Norte e passa a ser responsável pela prestação dos serviços de água e esgoto em Manaus (AM). A capital amazonense é considerada a maior concessão privada do Brasil em termos de população atendida, com seus mais de 2 milhões de habitantes. Com a efetivação da compra, a companhia terá operação em 49 cidades, em 11 estados, atendendo 7,6 milhões de brasileiros.

A empresa vai implementar em Manaus, seu modelo de atuação já consolidado e bem-sucedido no setor, que tem como base a eficiência operacional. Adicionalmente, a capacidade de investimentos da Aegea, com suporte de seus acionistas e diversificado acesso ao mercado de capitais, será uma das alavancas no processo de amadurecimento da concessionária local.

O município possui, atualmente, índice de 75% de perdas na distribuição de água e sua cobertura de esgoto atinge 19,2% da população. A Aegea tem investido em programas de redução de perdas e obtido excelentes resultados, em outras cidades onde atua, como é o caso de Campo Grande (MS), que registrava perdas de 57% em 2005 e hoje este número é de apenas 19%. A ampliação da cobertura de esgoto também tem sido um case de sucesso da empresa. Na capital sul-mato-grossense, a concessionária ampliou o esgotamento de 27% para 84%, em cerca de 10 anos.

A Aegea tem como objetivo expandir sua atuação no mercado brasileiro e, com esta aquisição, passa a ser a maior empresa privada do setor de saneamento básico brasileiro. A compra da Companhia de Saneamento do Norte é um importante passo para consolidar, cada vez mais, a presença da companhia na região norte do Brasil, onde já atende em municípios dos estados de Rondônia e Pará.

“Este será um grande desafio, mas nossa companhia tem capacidade operacional e financeira para levar eficiência e desenvolver o saneamento no município de Manaus”, ressalta Hamilton Amadeo, CEO da Aegea.

Palavras-chave: Aegea; Companhia de Saneamento do Norte; saneamento; água; esgoto; Manaus; esgotamento sanitário; distribuição de água; concessão privada

Share Button

Os comentários estão fechados.