Na última segunda e terça-feira, 29 e 30 de junho, estudantes de São Francisco do Sul (SC) começaram a explorar um mundo de descobertas, brincadeiras e aprendizado com o Baú das Artes – projeto apoiado pelo Instituto Equipav e pela concessionária Águas de São Francisco do Sul, que pertence à Aegea Saneamento.

Cinco escolas foram contempladas com o projeto e apresentaram às crianças variadas maneiras de aproveitar o acervo do Baú das Artes, que contempla diferentes materiais capazes de proporcionar uma abordagem mais criativa durante as aulas, tornando-se um importante aliado dos professores e contribuindo com o desenvolvimento infantil por meio das brincadeiras.

“Acho muito interessante essa oportunidade de visitar as unidades e ver na prática a aplicação de nossos projetos. A capacidade de criação dos alunos vai muito além do que imaginamos e a usabilidade do Baú se expande de uma forma incrível”, relata a gestora de investimentos sociais do Instituto Equipav, Patricia Menezes, que esteve nas cinco escolas contempladas com os armários abastecidos de centenas de materiais.

Além da representante do IE, as visitas contaram com a presença da supervisora comercial da Águas de São Francisco do Sul, Elisa Taufenbach, e da educadora socioambiental Marcia Cavagnari, ligada à empresa Evoluir Cultural (que coordena o projeto no município). A secretária municipal da Educação, Mara Lucia Moreira Jasper, também prestigiou a entrega.

Cada escola recebeu um armário contendo mais de 200 itens, entre jogos, fantasias, fantoches, instrumentos musicais, brinquedos, materiais de artes plásticas e kits de jardinagem. Além destas ferramentas de aprendizado, as unidades também receberam um acervo com 300 livros infantis que abordam temas como sustentabilidade, diversidade cultural, qualidade de vida e literatura.

Na Escola Municipal Izidoro Curvello, no bairro Tapera, o acervo encantou alunos do 3º ano, como o pequeno Fabrício Vinícius Gregório da Cunha, de oito anos. Ele contou que antes a escola não tinha tantos materiais e que, a partir de agora ele poderá se divertir muito mais com os amigos, aprendendo brincando. A diretora, Elza Cândida Rampellotti da Silva, explica que os estudantes estão explorando o material aos poucos e os professores estão estudando como aproveitar cada item de forma interdisciplinar durante as aulas. “O material é muito rico e chega como um complemento às ações sustentáveis já colocadas em prática. Os brinquedos, livros e demais itens servirão para tornar mais lúdico e dinâmico os assuntos trabalhados com as crianças”, explica Elza.

Na Escola Municipal Estaleiro, na Vila da Glória, os materiais do Baú das Artes já fazem sucesso entre alunos e professores. “É uma relíquia, um verdadeiro privilégio. Muitas crianças do nosso bairro nunca tiveram acesso a esses materiais e, agora, estão encantadas”, revela a professora Maria José Borba. Já na escola Caic Irmã Joaquina, no Centro, um dos livros do acervo do baú já está servindo como inspiração e virou peça de teatro, interpretada pelos próprios alunos. As escolas preparam belas apresentações para recepcionar os visitantes, com contação de histórias e apresentações musicais e teatrais.

O projeto Baú das Artes é implantando nas escolas que integram o programa Escolas Sustentáveis – também patrocinado pelo IE – como um complemento às ações desenvolvidas nesta primeira iniciativa. Além das escolas Izidoro Curvello, Estaleiro e Caic Irmã Joaquina, também foram contempladas as unidades de educação municipal Ramiro Bueno da Rocha (bairro Ervino) e João Germano Machado (bairro Iperoba).

Os programas são realizados pela empresa proponente Evoluir Cultural que, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, é responsável pela execução das atividades, acompanhamento técnico e pedagógico nas escolas, fornecimento dos materiais didáticos e apoio aos cursos de formação.

Ao todo, os dois projetos, Escolas Sustentáveis e Baú das Artes, foram contemplados com R$ 285 mil direcionados pelo Instituto Equipav para estimular o aprendizado e a transformação social e ambiental na cidade de São Francisco do Sul.

Confira as fotos na página do IE no Facebook: www.facebook.com/institutoequipav

Instituto Equipav

O Instituto Equipav é o braço social do Grupo Equipav, responsável por destinar e monitorar os investimentos da companhia em projetos e ações socioambientais em diversas cidades brasileiras. A instituição não tem fins lucrativos e, atualmente, realiza e apoia dezenas de ações nas áreas social, ambiental, de educação e cultura nas comunidades abrangidas pelas empresas do grupo. Em 2013, o Instituto Equipav destinou investimentos no valor total de R$ 778 mil a diversos projetos e, em 2014, o aporte foi de 1,5 milhão. Neste ano, a instituição ampliou o volume de investimentos para R$ 1,8 milhões, beneficiando ações e projetos socioambientais de iniciativas desenvolvidas em dezenas de municípios.

Share Button

Os comentários estão fechados.