Para monitorar as perdas e fraudes no sistema de abastecimento, a Águas de Campo Verde intensificou o trabalho com o uso da tecnologia de geofonamento, que corrige vazamentos não-visíveis na rede de distribuição de água. O aparelho é semelhante ao estetoscópio usado por médicos e permite detectar e filtrar ruídos no subsolo. A ação é realizada no município periodicamente e serão vistoriados mais de 155 mil metros de rede, além de 10 mil ligações de água em toda a cidade.

De acordo com o gerente de Operações da Águas de Campo Verde, Diego Dal Magro, o aparelho é sensível ao som, por isso a equipe de geofonamento da concessionária realiza o trabalho durante a noite, quando há pouco movimento de veículos. Segundo Dal Magro, caso sejam detectados vazamentos, posteriormente serão executados os trabalhos de melhorias e manutenção nas redes de distribuição de água.

“O trabalho de geofonamento é importante para identificar as possíveis perdas de água que ocorrem na rede de distribuição, contribuindo para a disponibilidade e manutenção de recursos hídricos. No entanto, a colaboração da população, que comunica a concessionária sobre problemas de vazamentos e falta de pressão na rede é de suma importância para que se mantenha a qualidade e regularidade do abastecimento no município”, destaca.

Para mais informações sobre as obras e projetos da Águas de Campo Verde acesse www.aguasdecampoverde.com.br ou ligue 3419-1266.

Share Button

Os comentários estão fechados.