A quinta edição do Prêmio Águas Guariroba de Jornalismo Ambiental irá premiar os trabalhos vencedores na próxima sexta-feira, dia 31 de outubro. A solenidade será no auditório do Conselho Federal de Arquitetura e Urbanismo de Mato Grosso do Sul (CAU/MS), às 20 horas. O evento vai reunir as equipes campeãs deste ano nas categorias rádio, webjornalismo, TV, jornal impresso e fotojornalismo.

Além de um troféu, cada vencedor leva um cheque de R$ 3 mil. O evento também apresenta a palestra da jornalista Maria Zulmira de Souza, idealizadora do Repórter Eco, veiculado desde 1992 pela TV Cultura de São Paulo. Referência em comunicação e sustentabilidade, a jornalista é, atualmente, diretora da empresa de comunicação Planetária Soluções Sustentáveis.

O Prêmio Águas Guariroba de Jornalismo tem o objetivo de incentivar a produção de reportagens sobre a importância do saneamento básico e, desta forma, colaborar para ampliar o conhecimento da população sobre o assunto. A iniciativa visa ainda reconhecer o trabalho dos profissionais e dos meios de comunicação na difusão de ideias e ações que contribuam para a conservação do meio ambiente e a qualidade de vida das pessoas.

Confira os trabalhos que serão premiados neste ano:

Categoria Telejornalismo: “Os caminhos do saneamento básico na Cidade Morena”, do jornalista Rodrigo Nascimento e equipe da TV MS Record.

Categoria Webjornalismo: “Abastecimento de água de Campo Grande opera com ‘folga’ de 30%”, do jornalista Anderson Viegas, do Portal Agrodebate.

Categoria Jornal Impresso: “Água: um bem que precisa ser preservado”, do jornalista Osvaldo Passos Pereira Jr, do Correio do Estado.

Categoria Radiojornalismo: “Córrego Limpo, cidade viva”, da jornalista Ana Carolina de Souza, da Rádio Web MS.

Categoria Fotojornalismo: “Baixa umidade do ar”, do fotojornalista Álvaro Henrique de Oliveira Rezende, pelo jornal Correio do Estado.

Share Button

Os comentários estão fechados.