A empresa Águas de Matão e a Prefeitura assinaram nesta sexta-feira, dia 14, a Ordem de Serviço que dá início ao período de transição para a gestão plena do sistema de água e esgoto do município. Nesse período, com vigência prevista de até 90 dias, a empresa atuará em conjunto com a Caema (Companhia de Água e Esgoto de Matão).

A ordem de serviço foi assinada logo após entrevista coletiva realizada na sede da Prefeitura de Matão. Participaram do evento o diretor administrativo da Aegea, Felipe Ferraz; o diretor executivo da Águas de Matão, Josélio Raymundo; o gerente comercial da empresa Marcos Valério Araújo; o prefeito Chico Dumont; o vice-prefeito Wilson Luiz Bertachin; o superintendente da Caema, Luiz Gonzaga Bussola e o presidente da Câmara Municipal, Agnaldo Navarro, entre outras autoridades, como vereadores e secretários municipais.

O contrato de concessão entre a Águas de Matão e a Prefeitura Municipal tem duração de 30 anos. A empresa vai prestar serviço de captação, tratamento, adução e distribuição de água potável, e também atuará na coleta, afastamento, interceptação e disposição de esgotos sanitários, além de todo o atendimento ao público em geral. O tratamento do esgoto continuará sendo feito pela CMS (Companhia Matonense de Saneamento), que mantém uma PPP (Parceria Público Privada) com a Prefeitura.

A Águas de Matão investirá R$ 90 milhões ao longo do contrato de concessão com o município. Os investimentos incluem importantes obras, como a construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) no distrito de São Lourenço do Turvo, perfuração de dois poços, implantação de quatro elevatórias de água, expansão de 22,5 quilômetros da rede de distribuição de água e substituição de outros 52 quilômetros.

Share Button

Os comentários estão fechados.