Três dos melhores planos de aula elaborados por professores de geografia da Rede Municipal de Ensino sobre o tema “Geografia e saneamento” foram premiados através do programa Sanear é Viver. O projeto é realizado pela Águas Guariroba em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semed). A premiação aconteceu na sede da concessionária. “Os conteúdos escolares pensados e os planos elaborados deixaram claros os benefícios que o saneamento proporciona à saúde, ao meio ambiente e à qualidade de vida da nossa população”, afirmou o secretário de educação do município, José Chadid.

Os professores participaram de uma capacitação oferecida pela concessionária através de palestras e visitas técnicas feitas à empresa nos dias 1º e 02 de outubro. Os educadores conheceram na prática como é realizado o tratamento da água que abastece a Capital e foram convidados a participar do concurso de plano de aula. Cerca de 710 professores já participaram de edições anteriores do programa Sanear é Viver, sendo 390 da disciplina de Matemática, 140 de Ciências e 180 de Língua Portuguesa.

Segundo o gestor de projetos sociais da Águas Guariroba, Willian Carvalho, o Sanear é Viver, que está na quarta edição, é uma iniciativa que ajuda a disseminar a informação sobre saneamento dentro das escolas. “Estes professores serão replicadores do conhecimento oferecido nesta capacitação. E a premiação é um incentivo para que eles trabalhem o conteúdo em sala de aula”, afirma o gestor.

A escolha dos projetos vencedores foi realizada por uma equipe técnica da Secretaria de Educação e a classificação apontada por representantes da Águas Guariroba, empresa da Aegea, holding de saneamento do Grupo Equipav.

Premiados

O primeiro lugar do concurso ficou com a professora Roze Mclaine Paiva de Freitas Rodrigues, da Escola Nazira Anache, que ganhou um notebook. “Comecei motivando os alunos a interpretarem o saneamento como eles o veem no seu cotidiano. Depois, eles pesquisaram, se reuniram em um fórum, onde damos a oportunidade para que eles falem o que pensam sobre o tema, formando cidadãos críticos, refletindo e analisando a situação em que estão vivendo”, explicou.

A segunda colocação ficou com a professora Lucimar Rodrigues, da Escola Arlene Marques de Almeida, que levou para casa um tablet. “É importante trazer este tipo de informação para a população. O que se pratica em sala de aula, os alunos reproduzem fora, eles levam para casa conversam com os familiares”, lembrou a professora.

Em terceiro lugar, ficou o plano de aula do professor Deroci da Silva Feitosa Júnior, da Escola Coronel Sebastião Lima, que levou uma câmera fotográfica. “Receber este prêmio vem incentivar nosso trabalho como educador ao mostrar, de uma forma prática para eles, como é a importância do saneamento básico, dos recursos hídricos, este é o nosso objetivo principal”, disse o autor do plano de aula premiado.

Share Button

Os comentários estão fechados.