Investimento total da obra é de R$ 40 milhões e a construção está acontecendo em terreno de 42 mil metros quadrados ao lado do loteamento Alto da Boa Vista.

Ter 98% da coleta e tratamento de esgoto em Piracicaba até o final de 2013. Esta é a meta da Águas do Mirante, empresa responsável pelo setor, com o inicio das obras da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Bela Vista, região norte da cidade e próxima a Santa Teresinha.

“Esta obra faz parte do pacote de investimentos que elevará o índice de tratamento de esgoto para 100%. A ideia é que a estação esteja em funcionamento até o final de dezembro, mas trabalhamos com o prazo de maio de 2014”, afirmou José Benedito da Silva Braga Filho, presidente da Águas do Mirante, na manhã de ontem, durante visita técnica a obra junto ao prefeito Gabriel Ferrato, secretários e vereadores.

O investimento total da obra é de R$ 40 milhões e a construção está acontecendo em terreno de 42 mil metros quadrados ao lado do loteamento Alto da Boa Vista.

“Quando ficar pronta vai atender a mais de 107 mil habitantes na margem direita do rio Piracicaba e em 35 anos este atendimento subirá para 165 mil habitantes”, completou Braga Filho. Segundo o presidente do Serviço Municipal de Água e Esgoto (Semae), Vlamir Schiavuzzo, estas obras não trarão ônus a mais a população.

“Parte destes investimentos que vem da autarquia já estavam inclusos no PPP que assinamos ano passado com a empresa. Futuros financiamentos para realização das obras deverão ser feito junto a iniciativa privada e pela própria empresa”, disse.

De acordo com os engenheiros e técnicos da Águas do Mirante, atualmente, na margem direita do rio são despejados diariamente 35 milhões de litros de esgoto não tratado no rio Piracicaba. “As obras já começaram em 2012 com a instalação das tubulações que vão coletar o esgoto e trazer até esta ETE, além disso, a rede coletora IMD-5 Ondas, que liga os bairros próximos a pista de Charqueada e Santa Teresinha já estão prontos”, interou Schiavuzzo.

Para o prefeito Gabriel Ferrato, se tudo correr bem e até o final do ano tudo estiver funcionando, quem sai ganhando é a população e também o meio ambiente.

“Acredito no trabalho da Águas do Mirante e creio que em breve estaremos colaborando para a recuperação do rio Piracicaba. A meta estipulada é que até 2014 tenhamos os 100% da coleta e tratamento do esgoto”, frisou.

A obra

A nova ETE funcionará nos moldes que a Estação da Ponte do Caixão, contanto com tanques de aeração, decantadores secundários, prédio de desidratação de lodo, tanque de contato para desinfecção do efluente, prédio administrativo, laboratório para análise físico-química e biológica, casa de sopradores e geradores, oficina e vestuário.

Mais estações

Conforme a PPP (Parceria Público-Privada), a Águas do Mirante vai gerenciar a coleta e o tratamento de esgoto na cidade pelos próximos 30 anos, tendo que investir R$ 333 milhões e deixar a cidade com 100% deste serviço ativo. Para isso, a previsão é que até o final do primeiro semestre de 2014, outras duas pequenas estações sejam construídas em Anhumas e Ártemis, além da ampliação da ETE Piracicamirim.

“Isto mostra o empenho que a empresa tem em mostrar trabalho e credibilidade ao poder público e à população”, afirmou Hamilton Amadeo, presidente da AEGEA, responsável pelo setor de saneamento do Grupo Equipav, o qual pertence a Águas do Mirante.

Por Felipe Poleti

Fonte: Tribuna de Piracicaba

Share Button

Os comentários estão fechados.